Birras em Direto - Página 2 de 4 - Birras de um puto de 2 anos e de uma mãe de 31 :)

Hoje o Rafa foi de pijama para a escola

Acordámos cedo e o Rafa estava super entusiasmado por ir de pijama para a escola e com o seu amigo macaquinho, um dos peluches que lhe faz companhia durante a noite. Já sabia que ia porque tenho andado a falar com ele sobre o assunto.

Para além do pijama e do seu peluche favorito, o Rafael levou também a “Casa dos Pijamas 2017”, um pequeno mealheiro de papel com donativos que a família Birras conseguiu da parte dos avós, tios, amigos, etc

O nosso filho tem apenas 2 anos e 7 meses, pode parecer estranho mas falo muito com ele e explico-lhe muita coisa. Se entende? Eu acho que entende algumas coisas e outras ainda não, mas vou insistindo. Expliquei-lhe qual o objetivo deste dia, um dia extremamente divertido para as crianças, crianças essas que não estão em risco como é o seu caso. Mas existem muitas outras que precisam do carinho de uma família.

Mas afinal o que é o Dia Nacional do Pijama?

Carta ao meu Pai

Dizem que as meninas são mais ligadas ao Pai e os meninos à Mãe, no meu caso foi exatamente assim… Amo a minha Mãe como Amo o meu Pai mas a ligação que tenho com ambos espelha-se de maneira diferente!

Dizem também que os Pais não podem ser os nossos Melhores amigos, no meu caso não é bem assim. O meu Pai sempre foi e sempre será o meu Melhor Amigo, o Meu Ídolo, um dos Homens da Minha Vida. O Edi não fica chateado, ele adora contemplar esta relação que tenho com o meu Pai, porque faz dela um exemplo para a relação que tem com o Rafa.

Obrigada Pai:

Desculpa Filho…

Sabes filho…Não é fácil ser Mãe…Na verdade não é mesmo nada fácil…

Dizem que assim que os filhos nascem o nosso instinto maternal vem ao de cima e automaticamente sabemos fazer tudo! Não concordo! Como não concordo com muitas outras coisas…O Amor que senti por ti quando nasceste não é o mesmo que sinto agora, todos os dias este Amor cresce, este Amor tem força para mover o Mundo!

Quero pedir-te Desculpa filho… Se calhar nem sabes porquê e não achas que seja necessário mas eu acho! Todos os dias o desafio de ser Mãe é superado e faz de mim a Mãe e a Mulher mais feliz do Mundo…

Mas Desculpa-me…

Casámos nas Nuvens à boleia de um Balão de Ar Quente

São 12 anos de um Amor Intenso, um Amor que começou com apenas 18 anos e prolongou-se até hoje, um Amor que já deu frutos, o nosso pequeno Rafael e espero que dê ainda mais… A nossa História de Amor conto-vos noutro artigo… Agora fiquem com a História do nosso Casamento de Sonho… literalmente nas Nuvens…

Eu e o Edi sempre quisemos casar! Sempre sonhámos com este dia mas as prioridades iam sendo outras e nunca demos o passo para o grande momento. Até que…

Há 3 semanas atrás chega a oportunidade! Sim foram apenas alguns dias para nos consciencializarmos que iríamos dar o grande passo.

Casar num balão de ar quente, nos céus do Alentejo, algo único e inovador aqui em Portugal! Tudo organizado pela querida Cátia do projeto Bad Bad Maria, uma empresa de organização de festas e casamentos únicos, personalizados e menos convencionais. Aqui vamos esquecer o tradicional e vamos até outro nível!

Dicas paras organizar um Baby Shower

A maioria das mulheres grávidas querem fazer uma pequena ou até mesmo grande festa de boas vindas ao seu mais que tudo. Esta é uma tradição muito conhecida no Brasil e nos EUA e agora tem cada vez mais adeptas na Europa.

Eu tinha tudo planeado para fazer o meu baby shower mas infelizmente fiquei internada durante uma semana nessa altura. Tinha 30 semanas de gestação, achava que seria a altura ideal. Com muita pena minha não consegui fazer a festinha de boas vindas do Rafael mas para o próximo não pode faltar. Nem que seja dentro do Hospital 🙂

E o que é um Baby Shower?

É basicamente um evento para celebrar a chegada do mais recente membro da família. Normalmente faz-se na reta final da gravidez, a grávida é a personagem principal pois dentro de pouco tempo as atenções irão virar-se para o bebé. É de aproveitar enquanto é tempo eheheheh

A grávida não deveria preocupar-se a 100% com a festa, tem de ter ajuda das amigas, tias, madrinhas, etc. O ideal seria não se preocupar mesmo com nada. Mas é complicado para nós mulheres, pois gostamos de controlar tudo!

Será que os avós “estragam” os netos?

Às vezes os avós esquecem-se que também já foram pais. É nisto que pensamos inúmeras vezes…

Certamente já passámos por uma situação de desconforto com o nosso filho e os seus avós. Com isto quero eu dizer que inúmeras vezes, os avós desrespeitam os pais em frente aos seus filhos. Sei que só querem o melhor para os netos mas têm de interiorizar que cada pai zela pelo seu filho e sabe o que é melhor para ele, claro que há excepções como em tudo na vida.

Repreendemos a criança, vem o avô por trás, aconchega-a e de imediato sai-se com esta:

Coitadinho também não era preciso tanto, anda cá ao avô!

Claro que queremos que os avós mimem os netos mas também queremos que a educação que pretendemos dar não seja em vão.

Vou exemplificar algumas situações no meu caso:

  • O Rafael faz uma asneira, eu repreendo, ele chora e grita como se fosse o fim do mundo, os avós vêm por trás e confortam-no com um abraço e muito mimo ( claro que ele fica confuso e pensa que não fez nada de errado );
  • O meu filho tem apenas 2 anos e meio e não quero que coma muitos doces nem fritos e coisas que lhe possam fazer mal, claro que lhe dou mas em raras excepções. Os avós estão avisados mas como deixa o neto feliz nem pensam duas vezes antes de dar o primeiro chocolate ou a primeira batata frita. E depois de um olhar matador da nossa parte, eis que chega a maldita frase: Oh Marta…Oh Edi…Coitadinha da criança, não vês que está tão feliz! A cara de gozo do Rafael é merecedora de ser fotografada…
  • Não conseguem repreendê-lo quando faz algo de errado, ou se o fazem é de uma maneira muito ligeira…

As exigências com os filhos foram extremas e com os netos são tão subtis…que quase não se notam!!!

1 dia em Milão

Milão e Veneza são as cidades que eu já conhecia em Itália. Quando o Edi me disse que precisava de ir em trabalho a Milão e que eu poderia ir com ele, fiquei entusiasmada pois da primeira vez fui sozinha em trabalho. Devo confessar que não foi dos locais mais extraordinários que eu já visitei. Estou ansiosa por conhecer Roma e Florença mas ficarão para uma próxima oportunidade.

Milão é a capital internacional da Moda, por ela desfilam todos os anos os maiores nomes ligados a esta indústria.

Vou contar-vos o meu passeio de um dia por Milão:

Comecei na sala de visitas da cidade, no ex-libris de Milão, a praça de Duomo e nela se ergue uma catedral lindíssima. Sabiam que é a 3º maior catedral do mundo e a maior de estilo gótico? Foi iniciada por volta de 1300 e vários reis decidiram modificá-la durante 500 anos. Quando Napoleão invade Itália decide finalizá-la para nela ser coroado Rei.

Perdi-me pelos encantos da Covilhã e encontrei-me no Puralã Hotel

Uma escapadinha em família na Covilhã à descoberta da sua história, da sua cultura, dos seus encantos e recantos, lidar de perto com as suas gentes, degustar a gastronomia e ao mesmo tempo desfrutar de uma estada inesquecível no Puralã Wool Valley Hotel & Spa. Foi desta forma que passámos o fim de semana anterior. Consegues imaginar melhor combinação?

Sabias que este é o único boutique & lifestyle hotel da região?  É um espaço com uma envolvente inesquecível, onde conseguimos descansar durante alguns dias e deixar à porta todo o stress e toda aquela agitação citadina para poder finalmente recarregar baterias. Um espaço que foi totalmente pensado no conforto dos seus hóspedes. Tudo foi preparado ao pormenor. O Designer e Decorador de Interiores Vasco Pinho é o responsável pela decoração fenomenal do Hotel onde podemos ver claramente que a lã é a estrela.

O Puralã Hotel avançou com a “Lifestyle Weekend”, uma iniciativa super original dedicada à cultura regional e à moda. A família Birras quis marcar presença e claro usufruir do fim de semana de forma única e original.

O meu filho vai para a creche! E agora?

Quando levamos o nosso filho à creche pela primeira vez e chega a altura da despedida, é certamente um dos momentos mais difíceis na vida de uma mãe ou de um pai. A sensação de deixarmos o nosso pequenino, tão indefeso aos cuidados de um estranho é péssima. A adaptação de um filho na creche pode ser difícil mas será que é mais difícil para os Pais ou para a Criança?

Muitas vezes são os Pais que não sabem gerir os sentimentos na hora da entrada de um filho na Creche. A angústia, o desespero da separação, a dúvida se ficará bem, se irão cuidar bem dele…Tudo isto é sentido pelos pais e os filhos percebem, por mais pequenos que sejam.

Entrevistei a Andreia, ela é Educadora de Infância, vai falar-nos um pouco sobre este momento angustiante para os Pais e irá dar algumas dicas muito importantes.

Carrega no Play e desfruta! 🙂

PS: Se gostaste deste Artigo e queres receber os próximos em 1ª mão pelo Messenger do facebook CLICA AQUI para subscreveres a minha Lista Exclusiva e tão Especial do Birras em Direto

A minha gravidez de risco

Engravidar foi a melhor coisa do mundo, pode parecer um pouco cliché mas é assim que o sinto! Apesar de não ter sido tudo um mar de rosas devo confessar que adorei aqueles 9 meses. Únicos e mágicos é desta forma que os descrevo.

O medo de uma gravidez de risco começou muito antes de estar grávida. Como tenho uma irmã com 90% de deficiência sempre tive muito receio deste momento. Não sabia se poderia ser genético por isso tive de fazer exames antes de engravidar para tirar todas as dúvidas. Felizmente não era genético e poderia avançar sem qualquer problema.

Para a nossa felicidade engravidei rapidamente mas outro dos bloqueios que tive no início foi o exame bioquímico. O resultado não me agradava nada, pois o risco do bebé ter Trissomias era grande e aí o meu desespero voltou. Decido avançar com o Harmony, um teste de sangue que se faz para despistar algumas destas doenças e sem risco para a Mãe e para o bebé. No entanto, o resultado demora algumas semanas a chegar pois o exame vai para os Estados Unidos. Felizmente foi um falso positivo pois 99% de certeza que estava tudo bem com o bebé. Este é um exame muito caro, custa cerca de 500€, mas sem dúvida que compensou todo o valor gasto pois não iria aguentar os pensamentos de incerteza sobre a saúde do meu filho até ele nascer.