Birras em Direto - Birras de um puto de 2 anos e de uma mãe de 31 :)

O meu Marido sente que está a falhar como Pai

Hoje acordei, olhei para o meu marido e reparei que tinha lágrimas nos olhos…Não disse nada porque  estava a vestir o Birras para ir para a escola e era ele que o ia levar. Esperei que chegasse a casa e perguntei o que se passava, pois prefiro falar com ele sem estarmos com o Rafael, sabemos que as crianças são umas esponjas e percebem sempre tudo. Ao início retraiu-se e não quis falar mas como é óbvio eu conheço o meu marido e sei como dar a volta à situação! Começou de novo a chorar e disse-me…

Sinto que estou a falhar como Pai…

Percebi logo porque se sentia assim…Abracei-o, confortei-o e claro que lhe disse que ele era o melhor Pai do Mundo…Ser Pai é uma aprendizagem constante…Ser Pai é ter a capacidade de pedir desculpa quando erra…É proteger o seu filho até ao fim do mundo…Ser Pai é o que o meu Marido é…

E eu sei o que é Ser Pai porque o meu Pai é o exemplo perfeito!

Quando a Mãe é do Sporting e o Pai do Benfica

Esta é uma situação bastante comum na casa de muitas famílias ahahahah… Podem não ser estes os clubes mas quando a Mãe é de um clube e o Pai de outro gera polémica, eu sei!

Tem acontecido aqui em casa desde que o Rafa estava na minha barriga…

Eu, os meus pais, a minha sogra, a maioria dos nossos amigos são do Sporting e o meu marido é do Benfica. Imaginam a tempestade!!! Um dos seus sonhos era que o filho fosse do Benfica para levá-lo aos jogos, para vibrar tanto com o clube como ele. O que acontece é que o puto está completamente confuso com tudo isto, leva uma lavagem cerebral do Pai com o Benfica, ele leva-o ao estádio para ver as crianças a treinar, comprou-lhe um equipamento com o seu nome que custou os olhos da cara e claro o Rafa fica eufórico. Depois quando está comigo ou com o Avô só fala do Sporting porque sabe que somos Sportinguistas.  AHAHAHAH

Queres melhorar a relação com o teu filho?

Sou uma pessoa bastante acelerada, às vezes dou um passo maior que a perna, ando sempre com a adrenalina no máximo, não consigo ficar quieta um segundo, a ansiedade aumenta e claro isso reflete-se no meu dia a dia seja a nível profissional ou pessoal!

Tenho uma amiga que está constantemente a dizer-me que preciso de parar, preciso de abrandar o ritmo, fazer Yoga, Meditação, mas a minha resposta é sempre a mesma! Sabes que não sou assim, sabes que não consigo, não me concentro na meditação, penso em tudo e mais alguma coisa e isso deixa-me ainda mais frustrada e ansiosa.

O grande problema é que esta forma de viver a vida influencia o nosso bem estar e principalmente a nossa saúde e família. Por isso mesmo pensei em mim mas acima de tudo no meu filho porque é a ele que vou buscar forças para conseguir mudar, para melhor sempre!

Quando a fertilização in vitro é a única opção

Há pouco tempo conheci a Marta, uma Mulher cheia de força, com uma enorme garra para enfrentar o Mundo. Contou-me a sua história… Com um percurso exaustivo, mesmo muito cansativo, mas sempre com uma visão positiva. A Marta fez fertilização in vitro para conseguir ter a sua Inês, uma menina linda! 5 anos de dúvidas, de perguntas sem respostas, desilusões, fracassos mas acima de tudo de esperança e o final? Esse é feliz!

Fica aqui a entrevista que fiz à Marta: 

Sempre desejaste ter filhos?

Curiosamente desde a adolescência que dizia que achava que não ia conseguir ter filhos, nem que ia casar, portanto foi algo que sempre me incuti (não sei porquê). Achava mesmo que não ia casar e não ia ter filhos. Cheguei mesmo a comentar com amigas!

Como começou a batalha da maternidade?

Quando conheces AQUELA pessoa, e sabes que é para vida toda, muda tudo. E eu que tão firmemente achava que não ia casar, casei. E a seguir aquela vontade de no futuro termos uma família, acabou por fazer com que fosse ao médico em 2006, no ano em que casei, para começar a ser acompanhada de outra forma. E foi aí que soube que tinha quistos em ambos os ovários. O primeiro comentário do médico foi que normalmente em ambos não é maligno. E a verdade é que não eram. Mas eram borderline. Soube isto na primeira cirurgia que fiz, em 2008 e na qual fiquei apenas com metade do ovário esquerdo. O médico nem mexeu no direito, porque aí tinha de sair todo. E acabou por sair mesmo em Março de 2009, porque eu não estava com o ciclo regulado e tinha algumas pontadas no ovário de dor. E eis que a partir daí o médico nos informou que com meio ovário, e com células ainda borderline no que sobrava, era melhor fazer a FIV (fertilização in vitro) para sermos certeiros. Ainda fiz uma outra cirurgia (a terceira) em 2009 para saber se tinha destas células espalhadas na barriga. Não tinha e apesar de ainda ter tido uns problemas com médicos pelo caminho, a verdade é que acabei por chegar a Coimbra, à minha médica Dra. Teresa Almeida Santos.

Que delícia de Brunch

Já tive oportunidade de degustar alguns brunches, uns melhores que outros mas cada um tem o seu toque especial! Na realidade vou sempre por recomendação e caso não esteja do meu agrado é a primeira e a última vez que ponho lá os pés.

Pois bem, o Brunch no Olivier Avenida anda a ser falado já a algum tempo e que bem falam! Ficava a salivar só de contemplar as fotos! Tinha de lá ir, tinha de tirar um domingo para me deliciar naquele que é considerado um dos melhores brunches de Lisboa, tinha de provar tudo e como quem não quer a coisa, sem ninguém notar tinha de sair de lá a rebolar para me sentir satisfeita. Pois seria um desperdício ir e não provar um pouco de cada iguaria. Como a variedade é mais que muita, foi mesmo isso que aconteceu! Ahahahah

Éramos para ir os 3, eu, o pai e o birras cá de casa, o mais pequeno vá 🙂 mas não aconteceu. Fui só eu e o Edi, também precisamos de tempo a dois.  O Rafa ficou com os avós, não quero sequer imaginar a energia daquele miúdo num espaço sofisticado como aquele, ainda me metia em prejuízo. Mas calma para a próxima ele irá pois vi muitas famílias com crianças e bebés e tudo estava a correr muito bem. É sem dúvida um espaço acolhedor, com uma bonita e requintada decoração, os funcionários são muito simpáticos e estão sempre preocupados com o nosso bem-estar.

Queres transformar a tua vida?

Sou uma eterna apaixonada por livros de desenvolvimento pessoal, acho que são ótimas ferramentas para atingirmos os nossos objetivos e não desviarmos a atenção do nosso foco. Adoro livros práticos, livros onde possa rabiscar, escrever, expressar como me sinto…

Master Your Life é o livro, é o mecanismo que pode mudar a tua vida, pode transformar o teu eu… Não penses que estou a exagerar pois assim que o começares a ler vais ver a influência que ele tem em ti!

Fiquei tão entusiasmada com o conteúdo que decidi entrevistar os autores, a carismática Rita Sambado e o simpático Rodrigo Maia de Loureiro. Carrega no Play e presta atenção a tudo o que eles dizem pois eu sei que vais adorar.

Fico à espera do teu feedback!!!

Vamos fazer Slime?

Estes dois têm uma cumplicidade extraordinária… Quando estão juntos estão sempre a inventar 🙂 E neste dia do Pai divertem-se imenso a fazer slime, aquela massa viscosa e super divertida, com a Fábrica Viscosa Pega Monstros da Science4You.

Momentos fantásticos entre Pai e Filho têm de ficar gravados!

Feliz Dia do Pai 🙂

Infantário = Infectário

O meu filho foi para o infantário muito pequenino, ainda não tinha 6 meses. Foi porque não tinha ninguém com quem o deixar e sinceramente não me arrependo um único segundo. Até agora tudo correu muito bem e habituou-se perfeitamente ao espaço, aos amiguinhos e às educadoras e auxiliares. Claro que às vezes não quer ir, às vezes faz birras, como muitas vezes entra na sala e nem se lembra que eu existo! Não fico triste pois é sinal que gosta de lá estar 🙂

Mas…Claro que eu como a maioria das Mães que tem os seus filhos nos infantários temos uma grande preocupação… Sempre ouvimos que Infantário é sinónimo de Infectário e claro que me deixava preocupada pois no seu primeiro ano foi a desgraça total, estava doente semana sim, semana não, apanhou tudo e mais alguma coisa mas hoje com quase 3 anos raramente fica doente! 

A Educadora de Infância Tânia Sousa esteve à conversa comigo sobre este tema e eu acho que vocês vão adorar 🙂

Espreitem!!!

A prenda ideal para o Papá

No dia do Pai as prendas para o nosso ídolo têm de ser especiais, têm de passar uma mensagem, de ficar na memória e provocar nele um sentimento enorme de amor e gratidão.

Não vamos oferecer mais do mesmo, roupa, sapatos, perfumes…Não é disso que eles estão à espera! Vamos ser originais…

Ainda me lembro dos trabalhos manuais que fazia na escola e que ficava tão orgulhosa por os fazer sozinha, não eram perfeitos mas para o meu Pai sempre foram…

O teu filho já pode aprender Inglês a partir dos 3 meses

Sempre quis que o meu filho aprendesse inglês desde muito cedo, ensinava-lhe algumas palavras em casa, como as cores, os números…

Na maioria das escolas só ensinam inglês a partir dos 3 anos e às vezes nem isso, no entanto à pouco tempo descobri que existe uma escola em Portugal onde podem aprender inglês de forma divertida e eficaz a partir dos 3 meses até à idade adulta.

Quis saber um pouco mais sobre o assunto e fui falar com a Mariana Torres, a Responsável pela Escola Helen Doron em Odivelas.

Carrega no Play 🙂