A saga da alimentação de uma grávida - Birras em Direto

A saga da alimentação de uma grávida

A alimentação durante a gravidez é um autêntico stress, pelo menos para mim é. Saber o que se pode comer ou não, idas aos restaurantes onde perguntas centenas de vezes o que tem cada prato para ver se podes comer, andas mal disposta mas tens de comer mesmo que vomites a seguir…Ahhhh que tormento. Nunca pensei que fosse tão complicado, principalmente quando enjoas o dia inteiro e ficas sem saber o que podes comer e depois ficas com azia porque comeste o que conseguiste. Vá eu sei que há coisas bem piores mas que isto dá pano para mangas dá.

Todas nós sabemos que a alimentação é extremamente importante durante a gravidez, comer bem e saudável ajuda no reforço do sistema imunológico da mãe e do bebé, numa gravidez e num parto mais seguros e diminui o risco de doenças (como diabetes e doenças cardiovasculares).

No meu caso, na primeira gravidez tinha cuidado com a alimentação mas como estava muito gulosa não havia um único dia que não marchasse um bolinho, umas bolachinhas ou gominhas. Se calhar por isso é que o Rafa é tão guloso também ahahah O raio do miúdo não pode ver um chocolate que parece íman.

Até aos meus 5 meses de gravidez não engordei um único quilo acreditam? Depois tive de fazer repouso e consegui amealhar neste corpinho mais 17 quilos ahahah. Não recuperei tudo no pós-parto e para ser sincera não me preocupei muito.

Nesta gravidez, nos primeiros 4 meses emagreci 3 quilos devido aos enjoos, vómitos e por aí. Comecei a sentir-me melhor e a comer bem e óbvio que os quilos apareceram. Não faz mal 🙂

Bem mas continuando…

Vou contar-vos a última saga num restaurante:

  • Quero um Hambúrguer bem passado, sem alface e tomate pff. A maionese é caseira? 
  • Sim é…
  • Ok então leva ovos crus.
  • Não sei, mas acho que não.
  • Pode verificar pff?
  • Volta de lá e diz: sim leva ovos crus.
  • Então não quero, obrigada.
  • Vem o hambúrguer e está mal passado: Eu tinha pedido bem passado.
  • Sim eu percebo mas não está em sangue, é que a carne de vaca quer-se assim para ficar tenra. 
  • Volta para trás com o hambúrguer porque expliquei pela 5º vez que estava grávida e não podia mesmo.
  • O bolo de chocolate está bem cozido ou é daqueles tipo mousse por dentro?
  • Está bem cozido.
  • Traga-me um pff…
  • Resultado: Por fora está cozido e por dentro está líquido.
  • Sem me querer chatear mais dei ao Edi e ele comeu duas sobremesas

Oiço tantas vezes:

No meu tempo comíamos de tudo e nunca houve estas mariquices de não se poder comer isto ou aquilo e os bebés vinham rijos, cheios de saúde.

Tudo bem, é válido para essas pessoas, para mim o que é válido é o que a minha médica me aconselha e ponto final. Eu também sei que se pode comer sushi na gravidez, temos é de ir a um sítio de confiança mas prefiro não arriscar. Já disse ao meu marido que assim que os bebés nascerem tem de me trazer uma caixa de sushi à maternidade ahahahah

Mas afinal o que devemos comer durante a gravidez?

Proteína, hidratos de carbono, sais minerais, fibras vegetais, vitaminas e gordura.

Ok mas que alimentos?

Peixe, carne, ovos, legumes, queijo, soja, frutos secos, pão, batata, massa, arroz, cereais, fruta. Ou seja tudo o que devíamos comer antes mas com alguns cuidados, carne bem passada, fruta e legumes bem lavados (atenção a quem não é imune à toxoplasmose como é o meu caso), leite pasteurizado, ovos bem cozidos…

Todos nós sabemos que devemos ter uma alimentação equilibrada, saudável não só na gravidez mas ao longo da nossa vida. Não podemos apenas preocupar-nos durante aqueles 9 meses.

No meu caso preocupo-me como é óbvio mas também como de vez em quando aquilo que me apetece, se quiser comer um bolo não penso nos quilos a mais…Só não como o que possa fazer mal ao bebé.

Ah e beber muita água, bebo 3 litros por dia! Eu já adoro beber água mas nunca bebi tanta, no entanto na gravidez temos de beber mais e no meu caso a triplicar ahahah Mas não posso arranjar a desculpa que tenho de comer por 3, esse chavão já não é válido nos tempos que correm.

Não vamos encarar também os 9 meses como os meses das privações mas sim dos cuidados sim?

E vocês mamãs tiveram muitos cuidados ou nem por isso? Contem-me as vossas peripécias…

Beijinhos

Lê também estes Artigos

Sem Comentários

Deixar Resposta