Escapadinha sem filhos e sem culpa - Birras em Direto

Escapadinha sem filhos e sem culpa

Há uns dias o meu marido enviou-me uma mensagem em tom de desabafo, dizia que precisávamos de uns dias para nós, sem filhos. Aquele sentimento agridoce invadiu-me e fiquei sem saber se seria uma ótima opção ou não. Por um lado pesava o facto de precisarmos de tempo para os dois, de recarregar baterias e alimentar a paixão mas por outro deixar, os miúdos durante esse tempo com os avós, tios e tias deixa-me um pouco desconfortável. Explico porquê – Confio plenamente na minha família mas se os miúdos ainda não dormem uma noite seguida connosco como será com outras pessoas? Não estão habituados à nossa rotina, às suas necessidades… O homem lá de casa diz que estou a exagerar e até pode ter razão. Diz que estou muito agarrada aos Birras e tenho de relaxar. Eu até acho que sou bastante descontraída relativamente a esse assunto mas há sempre outras visões. Nós adoramos viajar, adoramos escapadinhas de fim de semana, seja dentro ou fora do país e já não o fazemos desde o verão, acho que já estamos a precisar.

Com apenas 2 anos fomos com o Rafael a Cabo Verde e Madrid, com os gémeos fomos a Maiorca quando tinham apenas 9 meses e fizemos uma série de miniférias pelo país. Andamos sempre com os putos atrás mas agora vamos ter de ir sem eles, porque na verdade acho que vai ser bom para ambos e pode favorecer o tempo, que posteriormente iremos passar em família. 

Precisamos de viajar sem os nossos filhos sem nos sentirmos culpados – esta é outra questão tão importante na nossa vida. 

Se há algo que aprendi a partir do momento que abracei a maternidade foi que a forma como nos sentimos afeta de forma direta os nossos filhos pois se estamos nervosos e cansados vamos descarregar em cima deles. Quantas vezes gritei com eles e me arrependi no segundo seguinte pois achei que estava a exagerar mas era pelo facto de me sentir exausta.

Todas sabemos que o nosso psicológico fica afetado a partir do momento que somos Mães, a nossa parte emocional precisa de ser cuidada. Passamos por momentos muito intensos na gravidez e que alteram a nossa paciência, a nossa disponibilidade, o nosso bem estar.

Podemos até tentar disfarçar as preocupações e problemas dos nossos filhos mas as crianças sentem quando não estamos bem, sentem que a energia em casa não está equilibrada. Eles sabem quando estamos tristes e preocupados, às vezes mais vale sermos sinceros do que escondermos os nossos sentimentos.

Estar com os filhos é a prioridade de todas as Mães mas é preciso ter tempo de qualidade para estarmos sozinhas, com amigos, com o nosso companheiro… Quando a rotina começa a ser cansativa, os dias longos ou todos iguais e paira um sentimento de insatisfação é um sinal de alerta. Precisamos de fugir e sentir outras emoções, conversar com adultos e não só com crianças, conhecer novos lugares e pessoas.

Acho mesmo que eu e o meu marido estamos a precisar desses momentos, um fim de semana já era ótimo e um dia pensamos numas férias de uma ou duas semanas eheheh

O que acham? Marcamos a escapadinha a dois ou não? Como fazem aí em casa?

Beijinhos

Lê também estes Artigos

Sem Comentários

Deixar Resposta