O meu Marido sente que está a falhar como Pai - Birras em Direto

O meu Marido sente que está a falhar como Pai

Hoje acordei, olhei para o meu marido e reparei que tinha lágrimas nos olhos…Não disse nada porque  estava a vestir o Birras para ir para a escola e era ele que o ia levar. Esperei que chegasse a casa e perguntei o que se passava, pois prefiro falar com ele sem estarmos com o Rafael, sabemos que as crianças são umas esponjas e percebem sempre tudo. Ao início retraiu-se e não quis falar mas como é óbvio eu conheço o meu marido e sei como dar a volta à situação! Começou de novo a chorar e disse-me…

Sinto que estou a falhar como Pai…

Percebi logo porque se sentia assim…Abracei-o, confortei-o e claro que lhe disse que ele era o melhor Pai do Mundo…Ser Pai é uma aprendizagem constante…Ser Pai é ter a capacidade de pedir desculpa quando erra…É proteger o seu filho até ao fim do mundo…Ser Pai é o que o meu Marido é…

E eu sei o que é Ser Pai porque o meu Pai é o exemplo perfeito!

Agora explico-vos porque se sentiu ele desta maneira:

O meu filho fez 3 anos no sábado e pela primeira vez não consegui fazer a festa de anos como é habitual, mais à frente explico-vos o porquê e certamente vão entender. No entanto, tentei que se divertisse ao máximo, estivemos com a família de ambas as partes, foi a um parque de diversões, cantámos os Parabéns dezenas de vezes…Enfim foi um fim-de-semana muito divertido para ele mas muito exaustivo para nós. O Rafael é uma criança com muita energia, é uma criança que testa os limites dos pais e dos avós, pela confiança, porque sabe até onde consegue ir…É um desafio constante!

Passar um dia com o meu filho exige que tenhamos a energia a 100% e se por algum motivo vacilamos, ele não desiste e testa-nos até ao mais alto nível. Durante este fim-de-semana ía partindo a cabeça, o queixo e o nariz, em diferentes situações, por isso conseguem imaginar. Ele é bastante destemido e saltar e correr são as atividades preferidas dele. As pessoas que nos rodeiam dizem que é normal, que é uma criança feliz, com energia, muito sociável e simpática. Na escola obedece à Educadora e à Auxiliar, é educado e respeita todas as regras. Claro que as questiono diversas vezes, já cheguei a ver vídeos numa reunião da escola que fizeram com as crianças para mostrar como era um dia deles e fiquei de boca aberta quando vi tudo o que ele fazia. Impensável connosco, às vezes pensamos que não há soluções para conseguirmos dar a volta à situação. Esgota-nos, de manhã à noite andamos atrás dele, quando cai claro que ficamos preocupados mas não somos o tipo de Pais que se atira ao filho e o mima de imediato, tentamos ver o que se passou e se não for grave tentamos explicar-lhe o sucedido e fazer com que aprenda a lição. Ui isso sim é difícil…

O meu marido sente que está a falhar enquanto Pai porque parece que não conseguimos ter mão nele, porque está constantemente a testar-nos e por mais que ele se imponha parece que não conseguimos fazê-lo porque o Rafael se ri e recusa-se a fazer o que pedimos. Não é fácil mesmo embora estas situações não aconteçam sempre, acontecem muitas vezes…

Vocês sabem quantas vezes é que o repreendemos num dia? Quantas vezes recorremos a diferentes mecanismos para ver se funcionam e claro no final acabamos por desesperar…

O meu filho não é nenhum caso isolado…Eu sei que partilho desta opinião com muitas outras mães que passam pelo mesmo. Ainda ontem estive com os meus cunhados e com os meus sobrinhos, o Miguel, o primo do Rafa que vai fazer 2 aninhos é muito parecido com ele e o sentimento que eles têm é exatamente o mesmo. Mas onde é que errámos? Eles têm um filho mais velho e sempre foi bastante calmo. É óbvio que não erraram em nada, tal como eu acho sinceramente que nós não errámos com o Rafael, talvez tenhamos de aprender outras maneiras para conseguirmos lá chegar.

Partiu-me o coração ver o meu Marido assim…Olho para ele com tanto orgulho, como profissional é uma máquina em Marketing Digital, conseguiu montar a sua empresa, conseguiu vingar na sua área…Mas trabalha muito, bastante até, chega a trabalhar mais de 14 horas por dia e claro a sensação de que está a falhar como Pai é normal, porque sente que pode não estar presente o suficiente, mas está e se alguma vez se possa ter deixado levar pelo trabalho eu avisei-o, eu estive lá para o alertar como ele o fez comigo…

Meu Amor tu és um Pai exemplar, és um Pai brilhante… Mas todos sabemos que ser Pai é uma aprendizagem constante e claro que é muito difícil… E posso gritar ao Mundo que és o MELHOR PAI DO MUNDO!

 

 

 

 

Lê também estes Artigos

Comentários (3)

  • Marcia 2 semanas ago Responder

    Tenho uma linda princesa de 4 anos chamada Núria. É uma terrorista a toda a hora. Faz birra com a comida (sopa nem pensar em oferecer), faz birra no banho, faz birra para dormir, birra nas compras por brinquedos… quanto mais repreendo mais ela se enerva e faz birras. Quanto mais castigo mais regride.
    Descobri então que ela adora competição. Que bela descoberta!
    Quando ela faz birra nas compras eu invento uma corrida até ao carro para ver quem ganha. Não imagina como ela adora ganhar 😃
    Ser pai ou mãe não é fácil. Ainda bem que são so fases da infância 😆

  • Claudia 2 semanas ago Responder

    Olá Marta,
    Desde já o meu muito obrigada pela partilha…hoje sinto me menos só na grande jornada que é a educação dos nossos filhos…O meu filho, Martim, tem uma personalidade muito forte e como menciona no seu texto, revejo o meu filho no seu…e este fim de semana revi me no seu marido…chorei e senti que estava a falhar, que não queria ser aquela mãe…mas a verdade é que o Martim passa o dia a testar e a levar nos ao limite…ontem não soube lidar com esse limite…do fundo do coração o meu muito obrigada.

    Marta Rodrigues 1 semana ago Responder

    Cláudia eu entendo tão bem… Não somos de ferro e muitas vezes é difícil sermos as Mães que idealizávamos mas isso não faz de nós piores, somos humanas e temos de reagir a cada situação umas vezes melhores que outras. Quando eles são assim pestinhas o nosso trabalho fica mas difícil mas eu tenho a certeza que conseguimos dar conta do recado e que eles vão ser adultos com uma grande personalidade e nós vamos ser as Mães babadas cheias de orgulho. Um beijo enorme

Deixar Resposta